Nossa Conexão com Sírius

trecho do livro: “O Antigo Segredo da Flor da Vida Vol. 1 – Drunvalo Melkizedek

“A observação dessas características de uma espiral galáctica levou a outra descoberta. Outros cientistas notaram que, embora o nosso sistema solar se mova através do espaço, ele naõ se move em linha reta, mas seguindo um padrão helicoidal, uma espira. Bem, essa espiral não é possível a menos que estejamos gravitacionalmente ligados a outro corpo grande, como um outro sistema solar ou algo maior. Por exemplo, muitas pessoas pensam que a Luz gira ao redor da Terra, certo? Não é o que acontece. Ela nunca faz isso. A Terra e a Lua giram ao redor uma da outra, e há um terceiro componente entre elas a aproximadamente um terço da distância da Terra à Luz, que é o ponto pivotante, e a Terra e a Luz giram ao redor desse ponto em um padrão helicoidal enquanto elas também se movem ao redor do Sol. Isso acontece porque a Terra está ligada a um corpo muito grande, que é a Luz. A nossa lua é imensa, e está fazendo com que a Terra se mova segundo um padrão determinado. E uma vez que todo o sistema solar está espiralando da mesma maneira através do espaço, então todo o sistema solar deve estar ligado gravitacionalmente a algum outro corpo muito grande.

Portanto, os astrônomos começaram a procurar esse corpo que estava atraindo o nosso sistema solar. primeiramente, eles o reduziram até uma determinada área do céu com que estávamos ligados, depois foram reduzindo cada vez mais, até que alguns anos atrás finalmente o localizaram em um determinado sistema solar. Estamos ligados à estrela Sírius – A Sírius A e Sírius B. O nossos sistema solar e o sistema de Sírius estão intimamente ligados por meio da gravitação. Movemo-nos juntos através do espaço, espiralando ao redor de um centro comum. O nosso destino e o destino de Sírius estão intimamente ligados. Formamos um sistema!

Desde que os cientistas souberam que a área escura dentro de uma galáxia em espiral é diferente, eles descobriram que as estrelas não se movem só ao longo do braço encurvado da espiral. Se alguém girasse uma mangueira de água acima da cabeça e vocês observassem a cena de cima, veriam gotas que pareceriam mover-se em espirais. Podem imaginar isso? Cada gota isolada, no entanto, não estaria se movendo em espiral, mas estaria se movendo radicalmente para fora, em linha reta a partir do centro, só pareceriam mover-se em espirais. O mesmo acontece com uma galáxia. Cada uma dessas estrelas está na verdade movendo-se radicalmente para fora.

Ao mesmo tempo que as estrelas estão se movendo radicalmente para fora do centro, elas estão se movendo, independentemente do sistema como um todo, de um braço através da luz escura dentro da luz branca, orbitando o sistema galáctico como um todo. Provavelmente são necessários bilhões de anos – não sei – para um ciclo se completar.

Imaginem que a Ilustração 2-36 seja uma galáxia vista de cima e que a cor escura represente as espirais de luz preta e a cor clara represente as espirais de luz branca. Visto de perfil, ela se assemelha a um disco voador. A órbita que fazemos ao redor do centro da galáxia tem dentro de si um movimento espiral semelhante a um regador giratório. Além do nosso sistema solar, o mesmo movimento espiral é visto entre Sírius A e Sírius B (vejam a Ilustração 1-4 do capítulo 1). A espiral da Terra e da Luz, acredito eu, é diferente. Esse movimento em espiral das duas estrelas Sírius acontece de ser idêntico às geometrias da molécula do DNA, de acordo com um cientista australiano. Isso faz suspeitar que talvez exista uma relação no desenvolvimento das coisas, que as coisas acontecem de acordo com um plano maior, semelhante ao desenvolvimento do corpo humano orientado pelas informações contidas no DNA. É claro que se trata apenas de especulação, mas por causa do princípio “assim como em cima, também embaixo”, isso é altamente provável.”

Fonte: “O Antigo Segredo da Flor da Vida Vol. 1 – Drunvalo Melkizedek

Um comentário sobre “Nossa Conexão com Sírius

  1. Pingback: NOSSA CONEXÃO COM SÍRIUS – Realidade Consciente

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s