Quietude: Propósito e Prática

Quietude: Propósito e Prática

O Propósito da Quietude:

O propósito da quietude é atingir uma sintonia com a presença interna de Deus. A quietude é um processo, e não a chegada à sintonia propriamente dita.

A sintonia é um alinhamento com a vontade de Deus e a porta para uma pacata vida interior, que ao mesmo tempo fortalece a decisão interna de superar com otimismo as dificuldades da vida.

Obter alinhamento com a presença e vontade de Deus não é possível sem algum esforço para coordenar o eu intelectual com o eu espiritual. A prática constante é no início a norma, para estabelecer o hábito diário de 10 a 15 minutos de quietude. Os instrutores celestiais têm enfatizado que, embora haja muitas práticas que ajudam a atingir esse estado, eles recomendam e ensinam a rotina aqui apresentada, que representa as observações de muitos instrutores.

A quietude é apresentada como uma mescla da abordagem oriental e ocidental em relação à espiritualidade, incluindo tanto a meditação quanto a oração. Nos sete passos da quietude, a combinação das tradições conformará uma abordagem unificada a Deus. Da meditação oriental, a quietude compreende três passos de relaxamento físico, quietude mental e escuta em silêncio. Da contemplação ocidental vêm os passos de diálogo com Deus, a oração e a adoração. As tradições, tanto orientais quanto ocidentais, precisam aprender uma com a outra. Cada abordagem complementa a outra e juntas elas trazem maior realização e iluminação.

A abordagem oriental não tem o elemento de relação pessoal com Deus, que permite a experiência de sentir o amor de Deus, além de serenidade e bem-aventurança. A abordagem ocidental não tem a escuta silenciosa, que permite ao indivíduo sintonizar com o espírito interior de Deus e aprender a ouvir e confiar na direção da quieta voz interna.

A quietude é qualquer tempo que você passa com Deus. Entretanto, ela deve ser entendida apenas como aquela fase talvez melhor reconhecida como “escuta silenciosa”. Muitas pessoas podem desejar passar tempo com Deus na quietude, mas sem realmente saberem como ou por onde começar. Para ajudá-lo a começar, a quietude é explicada como um processo de sete passos. Embora esses passos não sejam indispensáveis, eles o podem ajudar muito a concentrar-se em construir sua relação com Deus, incorporando a quietude à sua rotina diária. Com a prática regular, o relaxamento e a quietude da mente podem ser atingidos bem rapidamente.

Prática: Os Sete Passos da Quietude

PASSO 1: relaxamento físico

Estar fisicamente relaxado é muito importante. Caso não esteja, o desconforto e/ou a dor perturbarão sua quietude. Recomendamos sentar-se com os pés apoiados no chão, sem cruzar as pernas e com os braços e mãos confortavelmente apoiados nos braços da cadeira ou soltos sobre as pernas. Respire profundamente por diversas vezes, soltando lentamente a respiração. Deixe o seu corpo descontrair-se completamente. Feche os olhos. Se estiver adequadamente relaxado, você estará consciente apenas de sua respiração, dos batimentos cardíacos e dos seus pensamentos.

PASSO 2: quietude mental

Este passo é talvez o mais difícil. A mente é naturalmente ativa. Os pensamentos sobre as preocupações do dia, os planos para amanhã, até os medos e as ansiedades podem se manifestar. Você deve dizer à sua mente que “fique quieta!” Diga a ela que você deseja passar algum tempo na companhia de Deus e que voltará a esses outros pensamentos mais tarde. Assuma o controle de sua mente. Não se concentre em nenhum daqueles pensamentos. Deixe-os sair ou lhes diga que saiam por enquanto. Se eles voltarem, diga “fique quieta!” e outra vez respire profundamente. Quando sua mente estiver quieta, dirija-a para o espírito de Deus dentro de você. Agora você está pronto a começar um diálogo com Deus.

PASSO 3: diálogo com Deus

Deus é o melhor amigo, o mais sábio conselheiro e o mais amoroso Pai que alguém pode ter. Imagine que está na companhia de Deus e comece a falar sobre seu dia. Compartilhe com Ele as boas experiências e as não tão boas. Comente-lhe as experiências e comportamentos que não entendeu. Compartilhe alguns dos bons momentos, mesmo se eles tiverem sido apenas breves momentos, quando alguém lhe sorriu ou foi gentil com você. Assim como você compartilharia seu dia com um cônjuge ou amigo próximo, compartilhe-o com Deus. Você fala (silenciosamente, é claro); Deus o está escutando.

PASSO 4: oração

Enquanto pensa sobre seu diálogo com Deus e compartilha com Ele as experiências do dia, você acumulará bastante assunto para a oração. Quando vir alguém com problemas, confuso, sentindo-se infeliz ou rejeitado, pergunte-se a si mesmo de que ele ou ela necessita. Então reze para que isso lhe seja dado. Quando vir alguém sem discernimento para uma situação, seja pelo comportamento próprio ou de outrem, reze para que ele ou ela ganhe entendimento. Todos precisam de ajuda, portanto todos precisam de orações. Esqueça os números da loteria e as curas milagrosas, e concentre-se no que vai curar a alma dele ou dela, no que vai levá-los a Deus. Enquanto reza por eles, projete-os em sua mente, cercados de luz e amor.

PASSO 5: adoração

Diferentemente da oração, a adoração não pede nada em troca. Adorar é simplesmente agradecer e louvar a Deus por tudo de bom em nossas vidas. Muitos acham que sua vida não é boa, porque se concentram somente no nível material/físico da existência. Olhe para além desses aspectos e se concentre em um momento de sua vida no qual você esteve agradecido a alguém por ajudá-lo, ou quando alguém esteve muito agradecido a você por tê-lo ajudado. Ao concentrar-se no sentimento de gratidão, perceba que todo bem em sua vida vem de Deus. Agradeça a Ele pelas coisas positivas em sua vida e pela própria vida! Saiba que com o tempo as lutas desta vida passarão e você evoluirá para viver em um universo dominado pela verdade, beleza e bondade.

PASSO 6: escuta silenciosa

Agora escute a Deus. Concentre-se em sua voz interior. Você não ouvirá uma voz tonitruante lhe dizendo o que deve fazer. Nós todos gostaríamos que fosse fácil assim. Atinja a quietude mental. Sinta que Deus está tentando falar com você, mas à distância, portanto Sua mensagem será percebida de forma sutil e fraca. Você poderá achar que não recebeu nada naquele momento. Porém mais tarde, amanhã ou em alguns dias, enquanto leva adiante suas atividades, subitamente uma resposta brilhará em sua mente. Ou alguém poderá dizer as palavras que você precisa ouvir, ou então você poderá ler essas palavras em um livro. Às vezes leva algum tempo para a mensagem de Deus atravessar as camadas de estática da consciência em nossas mentes. Mas esteja certo. Ele vai responder a você.

PASSO 7: o abraço

Conclua a sua sessão de quietude envolto pela presença e amor de Deus. Você não precisa dizer nem fazer nada. Veja-se na mais bela e amorosa situação que já experimentou ou imaginou. Perceba que Deus é o criador desse sentimento amoroso, e que seu destino é viver nesse amor para sempre. Deixe o amor de Deus lavar seus medos e problemas. Veja-se feliz, sorridente e cheio de amor por si mesmo e pelos outros. Se quiser, você poderá encerrar sua sessão de quietude com uma oração ou cantando em silêncio, em sua mente, sua canção de amor favorita. Ao fazer isso, dê-se conta de que Deus é a fonte de todo amor verdadeiro. Ele é o amor em sua vida. 

Fonte: https://tmarchives.com.br/wp/?page_id=705

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s